Posts Tagged 'Josh Schwartz'

Sobe e Desce da Semana

sobe-desce1

SOBE: Chuck – Foi exibido essa semana o MLEHOR EPISÓDIO DA SÉRIE. E o caminho que trouxe ela até aqui foi muito bem trilhado, como já disse antes aqui. Só não homenageei Josh Schwartz novamente aqui porque essa semana Gossip Girl teve um episódio beeeeem mediano.

DESCE: A ABC que cancelou Pushing Daisies. A série foi o história mais criativa da TV nos últimos anos (nessa era de Spin Offs) e teve uma premiere, mesmo que curte, fantástica. Tá bom que nessa temporada ela não estava tão bem, mas nem chance por parte do canal ela teve. Séries que já desandaram há tempos como TSCC, Heroes e Prison Break tiveram/estão tendo segundas, terceiras, até quartas chances por parte dos seus canais, isso porque os mesmos sabem o potencial que elas têm e aceitam tropeções. A ABC se mostrou uma porca capitalista materialista ao cancelar uma de suas melhores séries sem dó.

Josh Schwartz – Esse é o nome (Parte II – ‘Gossip Girl’)

Josh Schwartz

Como disse no último post, dei abertura aos comentários das temporadas das séries que estou acompanhando com essa homenagem ao criador de duas delas: Josh Schwartz. Ele tem feito um ótimo trabalho em Chuck (comentado na Parte I) e Gossip Girl, da qual falarei agora.

Se me pedissem para falar brevemente da temporada até aqui eu diria: “2 episódios medianos e 8 sensacionais”. Infelizmente, quando parei de comentar da série aqui, eu só tinha assistido aos dois episódios medianos. E de lá pra cá muita coisa melhorou, e muito.

gossip-girl

Gossip Girl só não está perfeita porque o Dan ainda está vivo. Ele é a única coisa que estraga o ótimo momento pelo qual a série vem passando. Os personagens estão cada vez melhores, os roteiros estão verdadeiras obras-primas, direção, trilha, figurino…. TUDO está absolutamente impecável.

Chuck e Blair não tem nem o que falar. Sempre foram os meus motivos de assistiar a série e estão melhores do que nunca. A partir do momento que os joguinhos dos dois passaram a ser direcionados um contra o outro, a série ganhou uma nova perspectiva e eles se tornaram o casal mais estranho da TV atualmente. Eu descobri que o motivo do meu ódio pela Serena era o Dan, uma vez que, desde que se separaram, ela subiu uns 150% no meu conceito. E a sua fase de Queen S rendeu ótimos episódios (e sim, me refiro aos da Fashion Week e de Yale), pena que durou tão pouco. Rufus tá chatinho, mas prefiro esperar mais um episódio pra falar dele. Nate não está no seu pior momento, mas ainda assime espero uma trama melhor pra ele do que dormir com a Duquesa. Vanessa está tão neutra que tem vezes que eu esqueço que ela existe. O pior é que quando ela aparece, SEMPRE estraga alguma coisa pra alguém. O pior é que o bom momento da série é tamanho que até personagens como Lilly, Bart e Dorota – sim, a babá – estão ganhando destaque.

A direção continua ótima e a trilha sonora nem se fala. Só andava sentindo mais saudades das cenas externas de New York, que ultimamente se resumia à galeria, ao “terraço” do hotel da Serena e algumas cenas noturnas. Entretanto, isso foi corrigido pela cena do último episódio, na cena da Times Square.

Quanto aos novos personagens me resumo a dizer que o Aaron é um saco, seu pai eu espero algumas coisas de sua convivência com a Blair e a Kaitlin Cooper Agnes está bem, mesmo sendo uma simples participação.

Não faltou uma personagem ? Sim, a little J. Deixei ela pro final pelo seu papel nos últimos episódios: SEN-SA-CIO-NAL ! A garota puxou pra si o trabalho e tomou conta dos dois últimos episódios exibidos. Sua trama está ótima e sendo desenvolvida no ponto, sem uma superexposição. Fora que o visual rebelde a deixou mais linda do que nunca. Os episódios do “desfile de sua linha” é, sem dúvidas nenhuma, um dos melhores da temporada. A pequena Humphrey já passou pra trás Eleanor Waldorf e as outras garotas da série que se cuidem – menos a Blair, que é insuperável.

Com a sequência de episódios bons, me arrisco a dizer que The OC arranjou uma substituta a altura, e que GG é, sem dúvida nenhuma, a melhor série teen no ar atualmente.

E pra finalizar, uma coisa continua sendo ótima: a dublagem da Kristen Bell. Serena é gostosíssima, Blair, Vanessa e Jenny não ficam muito atrás, mas o meu verdadeiro amor na série é a Gossip Girl. Aquele XOXO dela me faz sonhar.

Ontem teve mais um episódio, que eu comentarei aqui ainda hoje ou amanhã, no mais tardar. Comentarei One Tree Hill, por isso, ele não terá uma postagem sobre os comentários da temporada.

Josh Schwartz – Esse é o nome (Parte I – ‘Chuck’)

Prometi falar mais detalhadamente sobre as séries que estou acompanhando. E duas das melhores são desse cara aí no título, esse cara que é, sem sombra de dúvidas, um dos maiores nomes da TV Americana.

Josh Schwartz

Foi ele que criou a melhor série teen da TV Americana, a extinta The OC. Ela marcou esse gênero na TV de forma incrível e, pelo menos para mim, dividiu a TV em ‘antes de The OC’ e ‘depois de The OC’.

Logo após o fim prematuro (?) da série de Ryan, Seth, Summer e Cia ele não se abateu e já começou a produção de duas séries: Gossip Girl (The CW) e Chuck (NBC), que estrearam no fatídico ano de 2007, o ano da greve dos roteiristas, o que atrapalhou as duas séries. Porém, elas voltaram para suas segundas temporadas em excelente forma.

CHUCK:

123456789

Chuck nunca foi uma série excepcional com uma história bem trabalhada. Ela sempre foi uma série pra você esquecer dos problemas, se divertir. Para que, nos seus 42 minutos de duração, você se divirta, ria muito e esquece do resto do mundo, pois nesse momento, só existe a Buy More.

De certa forma, ela continua assim. Já que não deixa ganchos grandes nos episódios e continua não tendo um história muito intricada. Mas que ela melhorou consideravelmente desde a primeira temporada, isso é fato. E olha que a série teve uma premiere ótima.

O elenco sempre foi sensacional e muito bem entrosado, mas com a ajuda de roteiros muito bons, como os recentes, a série tá deslanchando em sua segunda temporada. A história, mesmo sem ganchos, vem sendo cada vez mais atrativa, e os episódios, estão uns melhores que os outros. Meu TOP 3 da série é composto apenas de episódios dessa segunda temporada.

As participações espaciais estão presentes em todos os episódios, e não ficam muito atraz do excelente elenco. Vale destacar as participações de Melinda Clark (Julie Cooper, The OC) no 2×02 e Nicole Richie (Simple Life) no 2×03.

O 2×03, aliás, foi o melhor episódio da temporada até aqui. Nele temos um flashback e conhecemos mais sobre o passado da agente Sarah Walker, e temos também excelentes roteiro e direção, trilha sonora, elenco, etc.

Outra coisa a se destacar é que o Chuck está cada vez mais Charles Charmichael, se tornando um ótimo espião. Mas isso é feito de forma muito cuidadosa, para não parecer forçado e nem mudar a personalidade do protagonista.

Pena saber que está na corda bamba no NBC, por baixa audiência. Mas por favor NÃO A CANCELEM !!!

Nota da Temporada até aqui: 10

(Impossível não dar outra nota)